Make your own free website on Tripod.com

1. Uma das políticas sociais do Presidente Lula quanto a redução enfrenta dois mecanismos distributivos:

a)     distribuir CUPONS com um certo valor para as famílias escolherem uma CESTA BÁSICA, constituída de um certo número de bens de consumo;

b)     distribuir este valor em MOEDA para as famílias escolherem livremente os bens e serviços do mercado.

Discuta estas vantagens e desvantagens destes dois mecanismos distributivos a luz da teoria micro econômica utilizando argumentos e os modelos de otimização de escolha do consumidor das demandas Marshaliana, Slutsky e Hichs.

 

2. A linha de mercado define o rendimento esperado e o Beta do índice da bolsa; o retorno esperado e o Beta de um fundo ou de uma ação reflete a sua posição relativa com respeito a linha de mercado e quanto a tendência do rendimento deste fundo ou ação. Explique e demonstre graficamente.

 

3. O Excedente do Consumidor e do Produtor são conceitos mensuráveis e úteis para avaliar as políticas públicas e privadas. Explique e demonstre graficamente.

 

4. O Governo de FHC baixou uma medida provisória ontem (17/11/2002) aumentando as alíquotas do ICMS de bebidas não alcoólicas (água mineral, refrigerantes, etc) em 10% nas bebidas etílicas destiladas (caninha, whisky, etc) em 20%. O governo estima que haverá um aumento de arrecadação de R$ 300 milhões anual. Pergunte-se:

a)     Como você poderia analisar esta política tributária, argumentando os prós e contra desta afirmação?

b)     Que instrumentos de análise micro econômica você utilizaria para estimar este aumento de arrecadação.

 

Lembre-se, você é um profissional economista da UEFS e deve analisar estas políticas com argumentos estruturados na teoria econômicas, evidente, isso não é uma conversa de bares, partidárias e/ou de leigos...

 

5. Suponha a curva da demanda dada por D(p) 20 – p

a)     Qual é o excedente total do consumidor em consumir 6 unidades do bem;

b)     No exemplo acima, se o preço muda de R$ 3,00 para R$ 5,00 qual será a mudança do excedente do consumidor?